HSV 120 anos: o coração da saúde de Jundiaí

O primeiro hospital de Jundiaí, o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), fundado pela Conferência Vicentina, teve a sua construção iniciada em 1901 e concluída em dezembro de 1902. Nesses 120 anos desde a sua fundação, a instituição serviu não apenas à população de Jundiaí e região, mas de todo o Brasil, que aqui acorriam em razão da qualidade do seu atendimento.

Em 1998, no meu primeiro mandato como prefeito, além de instalarmos a UTI alto padrão, que modernizou e capacitou ainda mais o hospital nas cirurgias de média e alta complexidade, demos início a uma série de medidas que, tendo por centro o HSV, criavam uma rede de equipamentos hospitalares e ambulatoriais capaz de atender a população de Jundiaí.

Um passo importante nesse sentido foi a desapropriação, no início de 2000, do Hospital Santa Rita, outrora um hospital de referência privado, que se tornara, com o tempo, um ambulatório. Utilizamos suas instalações para, depois de uma ampla reforma, criar, em outubro de 2003, numa parceria da Prefeitura com a Faculdade de Medicina de Jundiaí, o Hospital Universitário (HU), voltado para a obstetrícia, maternidade e pediatria. Com isso as mães, bebês e crianças, anteriormente atendidos pelo HSV, passaram a receber os cuidados especiais requeridos em um espaço apropriado e exclusivo.

Além disso, instalamos o primeiro Banco de Leite Humano, criado em 1999 pelo o Fundo Social de Solidariedade, então presidido pela Maria Rita, que começou funcionando no HSV e, posteriormente, foi transferido para o HU.

Esse conjunto de medidas permitiu ao HSV ampliar o seu serviço de captação de órgãos, diminuindo com isso a fila de transplantes no estado de São Paulo e, entre outros avanços, passar a ser referência em áreas importantes, como ortopedia e cardiologia, especialidade que passou a contar com uma nova UTI coronariana, exclusiva para pacientes com problemas no coração.

Com o passar dos anos, o poder público e os vicentinos chegaram a um consenso pela doação do prédio do HSV para a Prefeitura de Jundiaí em 2010, durante o meu terceiro mandato. O município tornou-se então o proprietário do prédio, mantendo, todavia, o convênio da cidade com a Sociedade Vicentina, que administrava o Hospital.

Nesse mesmo ano entregamos ao governo do estado o plano de construção de um novo equipamento hospitalar, o Hospital Regional.  Concluído em 2014, é hoje referência em procedimentos e cirurgias de média e alta complexidade com administração do Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês. Para ser atendido, o paciente precisa ser referenciado pelo Ambulatório Médico de Especialidades (AME), outro equipamento da rede, entregue pelo governo do estado a nossa cidade no meu terceiro mandato como prefeito.

Hoje, Jundiaí conta ainda com postos de atendimento e unidades básicas de saúde, essenciais ao diversificado atendimento à população, conforme suas necessidades.

Muito foi feito nesses 120 do HSV e há, ainda, muito a fazer. Mas o caminho para melhorarmos esse atendimento será sempre o mesmo: trabalhar tendo por objetivo o interesse público.

Miguel Haddad

Miguel Haddad na Mídia

Acompanhe a rotina do Miguel e seus posicionamentos pelas redes sociais e também por nosso WhatsApp.

Miguel na Mídia

Confira outros textos, entrevistas e artigos publicados na imprensa

e-book

Coisa de paulista

Seu cadastro foi efetuado com sucesso.
Clique agora no botão abaixo e faça o download da sua cópia do e-book.