CPI do BNDES e TCU

Em reunião anterior na CPI do BNDES, apresentamos a proposta de convidar o procurador Marinus Marsico, do Tribunal de Contas da União (TCU). Mas os deputados do PT e seus aliados fizeram de tudo para que o convite não fosse aprovado, como de fato aconteceu.
Nesta quarta-feira (18), juntamente com o presidente da CPI e parlamentares membros da Comissão, fomos ao TCU para uma reunião com o procurador, que tem dados contundentes sobre o Banco.
Segundo ele, na aprovação dos financiamentos “os critérios são obscuros. Não existe segurança na qualidade dos critérios estabelecidos”. Sua conclusão, após analisar as informações que levantou sobre o Banco: “seria melhor que ele não existisse”.
Vamos reapresentar o convite. É preciso que esses dados, que podem deixar claro o tráfico de influência na destinação dos bilhões de reais emprestados pelo banco a empreiteiras e outras empresas “amigas” do PT, sejam de conhecimento público.

Entre em contato!