Eleições municipais

Com a realização das convenções que definem os candidatos à eleição de outubro, começa a campanha eleitoral. Há alguns anos esse era um período marcado pelo confronto, no qual a oposição, liderada pelo PT - que se considerava então o dono da verdade - era automática, não importando o interesse da cidade, e tratava os oponentes como inimigos e não como adversários.

Para tentar desqualificar o trabalho que realizávamos, espalhavam boatos, como ocorreu no lançamento do Parque da Cidade quando disseram que havíamos feito a obra porque eu era dono do loteamento em frente. Só para constar, o empreendimento é de uma família de São Paulo, com a qual não tenho qualquer relação.

Depois do resultado das últimas eleições, quando ficamos na oposição, descartamos essa oposição automática e adotamos uma postura construtiva. Quero crer que essa atitude, somada ao esvaziamento do PT - grande parte dos seus filiados trocaram de sigla por entenderem que o partido hoje está desacreditado - pode contribuir para avançarmos politicamente nestas eleições, travando uma disputa eleitoral de melhor qualidade, voltada para a discussão de ideias, deixando ao eleitor a escolha da proposta que considerar a melhor.

Acredito que se esse espírito prevalecer estaremos acompanhando localmente a tendência que se observa nacionalmente e tem sido o propósito declarado de várias lideranças, de deixarmos para trás o clima de ódio que dividiu as pessoas e, até hoje - embora em menor grau -, persiste, principalmente nas redes sociais.
Precisamos, com rapidez, aprovar as medidas que estão sendo propostas para enfrentar a crise que nosso País atravessa. Para isso, temos de nos unir em torno dessas soluções. Do contrário, estaremos prolongando o já insuportável sofrimento da população brasileira que é vítima do desemprego em massa, déficits recordes e inflação que demora a ceder, entre tantos outros problemas que são legado desses 13 anos de administração petista.

Jundiaí foi reconhecida por suas conquistas como uma cidade modelo. Estivemos no pelotão de frente dos municípios brasileiros, em desenvolvimento e qualidade de vida. Precisamos torna-la modelo também na forma de fazer política, colocando acima dos interesses partidários, os interesses da população.

Entre em contato!